Mestre Cobra Mansa

Nasceu na cidade do Rio de Janeiro no ano de 1960, e desde os 14 anos de idade dedica-se ao treino, ensino, pesquisa, divulgação e preservação da Capoeira Angola. Apaixonou-se pelo movimento fazendo da Capoeira sua vida e da sua vida Capoeira.

Foi nomeado como Cobra Mansa por causa da maneira ágil com que se movimentava e por jogar sempre sorrindo na roda.

Em 1976 começou a treinar com o Mestre Moraes, e em 1982 fundaram o Grupo de Capoeira Angola Pelourinho (GCAP) em Salvador, capital do Estado da Bahia.

O GCAP na época foi a primeira organização a reconhecer e tomar como propósito a preservação da forma tradicional de se jogar Capoeira. Com os esforços do GCAP, os ensinamentos dos velhos mestres de Capoeira Angola foram resgatados. Mestre Cobra Mansa pesquisou todos os aspectos da Capoeira Angola, de suas origens na África à sua historia turbulenta no Brasil. Entrevistou muitos velhos mestres com o propósito de documentar a ancestralidade e ritualidade da capoeira, bem como, sua contemporaneidade.

Em 1994, Mestre Cobra Mansa foi convidado para ir a Washington D.C. para ensinar Capoeira Angola às crianças afro-descendente.

Em 1995, Cobra Mansa trouxe um grupo de alunos dos EUA para o Brasil, Foi o Primeiro Encontro Internacional de Capoeira Angola, organizado pela GCAP, Onde participaram praticantes de Capoeira do Brasil, Europa, Estados unidos além de outras partes do Mundo, mestres e velhos mestres. O encontro agitou e ampliou o interesse de muitos estudantes em Washington D.C. que desejaram ainda mais se aprofundar nesta manifestação afro-descendente.

Nesta época, Mestre Cobra Mansa forma a FICA (Fundação Internacional de Capoeira Angola), em Washington D.C. junto ao Mestre Jurandir e Contramestre (atualmente Mestre) Valmir Damasceno (discípulo dos Mestres Cobra Mansa e Moraes), tendo como objetivo criar uma comunidade de Capoeira.

Comprometeu-se com outros grupos espalhados pelos EUA, Europa, Ásia e África, dando suporte por não haverem um mestre.
Hoje, seus esforços atingiram diversas regiões dos EUA, como: Filadélfia, Austin, Chicago, Nova Orleans, San Francisco, Seattle. Alem de diversas capitais brasileiras, européias, asiáticas e africanas.

Atualmente dedica-se a manutenção da FICA e divulgação da Capoeira Angola em todo mundo, ministrando palestras em universidades e entidades culturais, em português e inglês, sobre todos os tópicos relacionados a Capoeira e seus instrumentos musicais e dinâmicos, Além do Movimento Negro no Brasil, Cultura afro-brasileira e artes marciais de origens africanas. Sendo constantemente convidado por escritores, pesquisadores, estudantes e antropólogos do Brasil e do mundo a falar e fazer demonstrações de Capoeira e a Cultura Afro-brasileira.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *